Seu cão tem mais de 7 anos? Então ele pode apresentar um desses problemas.

Seu cão tem mais de 7 anos? Então ele pode apresentar um desses problemas.

A velhice chega para todos, não só para nós humanos mas também para nossos amores de estimação.

A idade nem sempre é um bom medidor, pois as raças tem expectativas de vida diferentes.

Então como sei que meu cão envelheceu?

Depende do seu tamanho e raça

Geralmente as espécies maiores atingem a maturidade adulta e o status “sênior” mais cedo do que as pequenas. Uma análise de 2,5 milhões de registros veterinários de cães realizada pelo Banfield Pet Hospital mostrou que cães de raças não definidas pesando quarenta quilos ou mais, normalmente vivem oito anos. Essa mesma análise mostrou que cães com menos de nove quilos viveram uma média de onze anos.

Saber disso vai ajudá-lo a entender as novas necessidades de seu cão e observar sinais de envelhecimento. É preciso ficar atento a essas mudanças para saber como cuidar do seu pet, para detectar problemas de saúde logo no início, o que torna o tratamento mais eficaz em muitos casos.

Pensando nisso, reunimos cinco sinais de que a velhice chegou para o seu amor de estimação.

1- Doenças bucais

Tártaro, gengivite e doenças dos dentes e gengivas são problemas sérios de saúde. Se não forem tratados, os animais podem ter perda de dentes, lesões ósseas e dor oral. Fale com o seu veterinário se o seu cão apresentar sintomas como sangramento nas gengivas ou mau hálito.

2- Perda de visão

Se você já observou a aparência nublada nos olhos do seu pet, e que ele começou a se bater em objetos. Duas das causas mais comuns da cegueira nessa fase da vida são a catarata canina e a degeneração de retina. Com a idade avançada, evite trocar os pertences do animal de lugar, assim ele não ficará confuso ao andar pela casa.

3-Ganho de peso

Mudanças de peso na velhice é algo comum, pois o metabolismo funciona com menor potência e a disposição para gastar energia diminui. Cães mais velhos tendem a ter dificuldade em andar ou levantar-se, e a fazer menos exercícios, o que pode resultar em excesso de peso. Por outro lado, procure um veterinário se o cão está inexplicavelmente perdendo peso, pois pode ser decorrente de alguma enfermidade.

4- Dependência de seus tutores

Por causa de todas as dificuldades trazidas pela velhice, a independência de um cão jovem se esvai. O pet começa a ficar mais dependente da família em todos os sentidos, então deve-se apoiá-lo, dar muito amor e propor um lar com bastante conforto e segurança.

5- Problemas urinários

A incontinência urinária é involuntária ou incontrolável vazamento de urina da bexiga. Em cães mais velhos, especialmente as fêmeas castradas, pequenas quantidades de urina pode vazar da uretra, enquanto o cão está descansando ou dormindo. Não devemos brigar por isso e nem castigá-lo, apenas limpe o local quando o pet não estiver vendo. Os donos precisarão se acostumar com esta situação, porque ela possivelmente acontecerá mais vezes.

Quando você observar algum desses sinais no seu amigo de quatro patas, procure um veterinário para que ele cuide e faça um acompanhamento mais detalhado. Juntamente com a avaliação médica, alimentação balanceada, amor e carinho são os principais métodos para que o pet envelheça de forma saudável e feliz.

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, acessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário