Meu pet está mancando! O que pode ser?

Meu pet está mancando! O que pode ser?

Ter um amor de estimação é sinônimo de brincadeiras, saltos, corridas entre outras atividades, não é mesmo?

E por isso que ocorrências como traumas e luxações podem vir acontecer e fica difícil saber de onde o problema pode ter surgido.

Os amiguinhos de quatro patas só costumam mostrar um problema que envolva qualquer tipo de sofrimento ou dificuldade para se mexer com naturalidade, quando eles já estão em um estágio bem avançado.

É importante estar atento!

Se o seu cachorro está mancando, isso significa que algo de errado está passando com ele . E você sabe o que é?

Vamos listar as possibilidades do que pode estar havendo com o seu amor de estimação:

  • Machucado, ferida ou presença de espinho na pata;
  • Infecção na pele da pata;
  • Trauma: muito esforço, queda ou atropelamento pode romper ligamentos ou uma fratura óssea;
  • Problema degenerativo;
  • Tumor;
  • Micose;
  • Artrite/Artrose;
  • Displasia de Cotovelo;
  • Ansiedade por Separação;
  • Problemas de Crescimento;
    Os três casos mais comuns para o cachorro estar mancando são ruptura do ligamento cruzamento, displasia coxofemural e luxação da patela.

Agora vamos entender como podem acontecer esses casos:

Ruptura do ligamento cruzamento

O ligamento cruzado tem a função de manter o correto posicionamento da articulação do joelho.

A ruptura mais comum em cães maiores é causada por um acidente (tramática ou aguda), ou causada por exercícios incorretos, permanência do cão em pisos lisos, terrenos íngremes, ou com degraus (crônica).

Este problema causa dor, diminuição do apetite, e o animal passa a mancar.

Displasia coxofemural

É causada por um defeito genético em alguns cães, geralmente de grande porte, comum em Pastores Alemães e Rottweillers.

Nestes animais, o fêmur (osso da coxa) não consegue se encaixar perfeitamente na bacia, de tal modo que com frequência o osso chega a se “desencaixar”, causando dor e desconforto.

Neste caso se o animal não for tratado precocemente, a tendência é que ele desenvolva artrose quando se tornar mais velho, o que irá agravar os quadros de dor.

Luxação da patela

Marca registrada de raças “Toy”, mas que também pode estar presente em cães maiores, a luxação de patela acontece quando a patela (osso do joelho) fica se movimentando de forma anormal, causando atrito entre os ossos.

Isso acontece porque o encaixe deste ossinho no fêmur não é tão perfeito quanto deveria, e os ligamentos que o mantêm no lugar podem também estar frouxos.

Este é um problema genético, e pode ser detectado em animais jovens.

A luxação de patela ocorre em graus variados sendo possível conviver com os graus mais leves fazendo apenas uma suplementação com protetores articulares; por outro lado, os graus mais avançados causam bastante dor e claudicação (“manqueira”) periodicamente.

Ao perceber que seu cachorro está mancando não dê medicamentos como anti-inflamatórios por conta própria.

Procure um veterinário imediatamente, pois ele irá saber o melhor procedimento para o seu amor de estimação não continuar com dores, e para sua recuperação ser mais rápida e eficiente.

Você já viu seu pet mancando? Como você cuidou dele? Deixe aqui nos comentários.

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, acessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário