Leishmaniose Animal: uma doença perigosa e fatal

Leishmaniose Animal: uma doença perigosa e fatal

A Leishmaniose Animal é uma das doenças que mais afeta os animais no Brasil.

Transmitida pela picada de mosquitos infectados a Leishmaniose é responsável por diversos problemas aos pets, assim como nos humanos.

A contaminação se espalha por todo o organismo e pode atingir órgãos internos e externos de cães e gatos, muitas vezes levando o animal a óbito.

Contaminação

Primeiramente para ocorrer a contaminação da Leishmaniose Animal, é necessário a picada de mosquitos-palha infectados.

Após a picada, o parasita ataca o sistema imunológico do animal e pode evoluir para graves doenças, muitas vezes fatais.

Contudo, muitas pessoas ainda acreditam que os animais podem transmitir a doença para os humanos, porém isso é um MITO.

Deste modo, lambidas, mordidas, arranhões e contato físico com os animais não transmitem Leishmaniose.

É necessário o inseto contaminado, para haver a transmissão da doença.

Sintomas

Em primeiro lugar, a Leishmaniose Animal é responsável por diversos sintomas nos cães e gatos infectados.

Entretanto, a Leishmaniose pode passar despercebida por toda a vida do animal e demorar anos para apresentar um sintoma da doença.

Entre os indícios mais comuns da doença, temos:

  • Problemas de pele, como perda de pelos com descamação e ferimentos;
  • Perda de peso;
  • Diminuição do apetite;
  • Problemas oculares;
  • Excesso de consumo de água;
  • Diarreia;
  • Vômitos;
  • Sangue nas fezes;
  • E até mesmo, Insuficiência Renal Crônica.

Tratamento

Recentemente tratamento da Leishmaniose foi aprovado pelo Ministério da Saúde e da Agricultura.

O medicamento é responsável por reduzir significativamente a quantidade de parasitas no organismo do animal.

Porém, apesar da existência do tratamento, a leishmaniose não tem cura e o tratamento deve ser mantido por toda a vida.

Além disso, o custo é bem elevado, sendo inviável para a maioria das pessoas.

Prevenção

Em primeiro lugar, a prevenção é a palavra chave para o controle dessa grave doença que atinge muitos animais.

  • Primeiramente, a vacinação é a melhor maneira de remediar a Leishmaniose Animal;
  • Uso de coleiras insecticidas, também é fundamental;  
  • Assim como, evitar passeios nos horários com maior probabilidade de mosquitos. (Uma hora antes do anoitecer e uma hora após o amanhecer);
  • Manter os ambientes sempre limpos;
  • Uso de repelente contra mosquitos;
  • Evitar áreas próximas à mata;
  • Dedetização de ambientes propícios a doença;
  • E o uso de telas protetoras em janelas e portas.

Infelizmente, com todo o desmatamento, o inseto se adaptou à vida urbana e está localizado em todas as regiões no brasil.

Deste modo, não espere pelos sintomas da Leishmaniose Animal, faça visitas frequentes ao médico veterinário e previna que essa terrível doença afete seu amor de estimação!

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, assessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário