Incontinência urinária em cães. Como tratar?

Incontinência urinária em cães. Como tratar?

Primeiramente vamos explicar o que é a incontinência urinária.

Que nada mais é a evacuação inadequada da urina, ou seja, um “xixixinho” involuntário que o amor de estimação pode fazer por perder o controle voluntário da micção.

É importante ressaltar que o animalzinho não faz isso de propósito!

A incontinência pode ocorrer por diversos motivos que vamos te explicar os principais.

E é importante detectar a causa para para saber qual será o tipo de tratamento.

Neurológica

Causada por lesões na medula espinhal que afetam os nervos de controle da bexiga, o que diminui o tônus muscular e a capacidade de contração.

Assim, quando a bexiga estiver preenchida até que o peso transborde o esfíncter (estrutura muscular que contorna um orifício ou canal natural, permitindo sua abertura ou fechamento), causando um gotejamento intermitente no qual o cãozinho não controla.

O tratamento é considerado fácil, pois o veterinário pode medir a força de contração da bexiga e determinar onde o dano está localizado.

Hormonal

Este tipo de incontinência urinária em doguinhos é mais frequente nas fêmeas castradas a partir da meia-idade.

A sua origem é devido à deficiência de estrogênio, nas fêmeas, enquanto nos machos é produzido pela falta de testosterona.

Esses hormônios ajudam a manter o tônus muscular do esfíncter.

O animalzinho continua a urinar como de costume, porém, quando relaxa ou adormece perde urina.

Seu tratamento é feita por medicamentos que irão estimular o crescimento da musculatura do canal e corrigir o problema.

Hiperdistensão da bexiga

É causado por uma obstrução parcial da bexiga que pode ser devida a cálculos na uretra, tumores ou estenoses, isto é, um estreitamento.

Para tratar este problema, a causa da obstrução deve ser eliminada.

Insuficiência renal

Os amores de estimação que sofrem de doença renal não conseguem concentrar a urina.

Produzem em grandes quantidades, pois aumentam o consumo de água para recuperar os líquidos, o que os faz urinar mais e em grandes quantidades.

Micção por submissão ou incontinência urinária por estresse

Esse tipo de incontinência urinária em cães é frequente e facilmente reconhecido, pois, veremos o cãozinho fazendo aquele “xixizinho” por estar nervoso, assustado em situações de estresse.

Muitas vezes observamos que o cãozinho urina se o repreendemos ou se ele está exposto a certos estímulos.

Síndrome de disfunção cognitiva

Os cãezinhos idosos são os mais afetados por esse tipo de incontinência e existem diferentes alterações cerebrais como resultado do envelhecimento.

O cão pode ficar desorientado, mudar os seus padrões de sono e atividade, apresentar comportamentos repetitivos, como o ato de circular e, também, pode urinar e defecar dentro de casa.

Existe prevenção?

Não tem exatamente como evitar a incontinência urinária nos bichinhos, mas há formas no dia a dia que podem ajudar a não acontecer o problema.

Como por exemplo evitar que o animalzinho passe por situações de estresse, repreensão e levar bronca quando fizer xixi em excesso, já ajuda muito.

Muitas vezes a situação piora quando o bichinho é reprimido pelo seu dono, principalmente porque no caso dessa enfermidade a culpa não é do amor de estimação e ele só precisa de cuidados e carinho.

É de suma importância observar, cuidar, ter paciência e dar muito amor aos bichinhos de estimação ajudando a prevenir diversos doenças ou futuros problemas.

Deixe aqui nos comentários se o seu amor de estimação tem incontinência urinária e como é o convívio com ele?

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, acessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário