Gripe Canina: Descubra se seu cachorro está gripado

Gripe Canina: Descubra se seu cachorro está gripado

Você sabia que cachorros também ficam gripados? Pois é.

Tanto os sintomas, como o tratamento são bem parecidos com os indicados aos seres humanos.

A doença tem o nome científico de Doença Infecciosa Respiratório Canina ou simplesmente Tosse dos Canis.

Se você tem um cão em casa fique atento aos sinais que podem deixar seu animalzinho fragilizado.

Como se dá a transmissão da gripe canina

Não há restrição quanto a raça, idade ou sexo do animal, portanto qualquer cachorro está propenso a ser infectado com o vírus da gripe.

No entanto, certamente a imunidade do cachorro e manejo ambiental são fatores contribuintes que podem facilitar a entrada do vírus.

Geralmente filhotes e cães idosos, ou cachorros que já tenham alguma doença crônica são os mais suscetíveis de serem infectados.

Sintomas da gripe canina

Os sintomas em cachorros são bastante semelhantes aos relatados em seres humanos.

Após a exposição ao vírus, ele geralmente fica assintomático nos primeiros 2 a 5 dias, que é a fase de replicação viral no organismo.

Após os primeiros dias, o animal pode apresentar os seguintes sintomas da gripe canina:

  • Tosse persistente
  • Coriza e bastante corrimento nasal
  • Espirros
  • Diarreia e mal-estar
  • Febre

Tratamento

Quando detectados esses sintomas, você deve primeiro levar seu cachorrinho ao veterinário, como eu sempre gosto de frisar.

Nossos filhos peludos não sabem falar para nos descrever o que estão sentindo, por isso é melhor sempre ter a opinião de um especialista para não tratarmos algo sério como uma coisa leve e nem vice e versa.

Além disso, se seu cachorrinho for filhote ou idoso, ou ainda se já tiver alguma complicação de saúde, uma simples gripe pode ser muito perigosa, por isso quanto antes começar a tratá-lo, melhor!

Quando confirmado que seu cachorrinho está gripado, não dê, em hipótese alguma, aquelas tradicionais receitinhas caseiras da vovó que costumamos fazer para nós mesmos nos sentirmos melhor da gripe.

Chazinho, sopinha ou mesmo remédios antigripais comuns NÃO PODEM ser dados para os cachorros.

Essas são soluções que podem fazer mal ao animal e acabar piorando a situação atacando o estômago ou o fígado, por exemplo.

Ao levar seu bebê de quatro patas no tio veterinário e ele detectar que se trata mesmo de gripe, ele vai indicar qual o melhor tratamento baseado na idade, peso, raça e no grau em que se encontra a doença.

Pode ser que ele prescreva algum remédio como um antibiótico. Se não for o caso, alguns cuidados simples trarão de volta a saúde do seu bichinho:

Mantê-lo sempre hidratado.

Mesmo com falta de apetite, estimule seu cachorrinho a comer, pois ele precisa se fortalecer.

Cuidado com a friagem! Mantenha-o longe de correntes frias de ar e evite dar banho enquanto ele está se recuperando.

Se você tiver aqueles aparelhinhos de inalação em casa, é uma boa opção deixar seu cachorrinho usar um pouco.

Mesmo que ele não fique quietinho, deixar a fumacinha perto dele pode ajudar na recuperação.

Lembrando que manter as vacinas sempre em dia é a melhor forma de garantir sempre a saúde do seu bichinho!

Evolução

Infelizmente, assim como nos humanos, a gripe canina também pode evoluir para algo mais grave se não for tratada precocemente.

É o caso da pneumonia.

Esse quadro clínico é grave e, sem dúvidas, carece da intervenção médica-veterinária.

Posso pegar e/ou transmitir gripe para o meu cachorro?

Não é possível haver transmissão do humano para o animal, nem o contrário.

A gripe canina é causada somente por um vírus específico, conhecido como H3N8.

Ou seja, ele atua nos pets, mas não em humanos.

Ele era exclusivo dos cavalos, mas acabou se espalhando para os cachorros, que passou a transmiti-lo com maior facilidade para outros caninos.

Aqui no Estação Pet você encontra uma farmácia completa, assessórios, alimentos e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário