Descubra como diminuir a queda de pelo em cães e gatos

Descubra como diminuir a queda de pelo em cães e gatos

Você está cansada dos pelos do seu animal de estimação espalhados pela casa?

Descubra os principais cuidados diários que ajudam a diminuir a queda excessiva de pelos nos animais.

Os pelos têm funções importantes para os animais, como a proteção da pele e a manutenção da temperatura corpórea.

Além disso, a queda de pelo em cães e gatos é um processo natural de renovação da pelagem.

Porém, a queda excessiva pode ser um sintoma de algo mais grave, como a Alopecia.

O que é alopecia?

A alopecia é a perda de pelos de forma excessiva.

Ou seja, um tipo de dermatite que causa a queda de pelos em áreas específicas ou por todo o corpo, tanto de cães como em gatos.

A alopecia pode ser causada por alergias, estresse, parasitas, ansiedade ou deficiência hormonal.

E seu tratamento depende do agente causador, sendo fundamental uma consulta ao veterinário.

Mas para diminuir a queda excessiva de pelos em cães e gatos, é necessário entender suas causas e fatores: 

Causas da queda de pelo em cães e gatos

A queda de pelo pode ser um acontecimento natural, fisiológico, no qual não é possível observar alterações externas.

Porém, com a queda de pelo não natural, ou seja, uma doença mais grave, é possível observar falhas, feridas e irritações no pelo do animal.

Algumas das principais causas da queda excessiva de pelos são:

  • As infecções cutâneas (micoses e dermatites bacterianas);
  • Alopecia;
  • Pulgas e parasitas;
  • Alergias;
  • Problemas hormonais;
  • Alimentação;
  • E grandes variações na temperatura.

As quedas de pelos se tornam preocupantes quando são assimétricas, ou seja, em partes especificas do corpo, podendo indicar parasitas.

E simétricas, que acontecem por todo o corpo e em grande quantidade, geralmente ocasionadas por problemas hormonais relacionadas alergias, micoses, infecções de pele e estresse.

Cuidados

Mas com alguns cuidados simples e práticos, é possível diminuir a queda diária de pelos.

Entretanto, a visita ao veterinário é indispensável para iniciar o tratamento adequado de acordo com a necessidade do animal.

1. Alimentação

Uma das causas da troca de pelos excessiva é a má alimentação.

Deste modo, procure sempre escolher rações completas, que ofereçam todos os nutrientes básicos e necessários para a dieta animal.

E cuidado com os alimentos secos, que podem causar desidratação quando não oferecidos junto com a água, contribuindo para a queda de pelos.

Além disso, a alergia a certos alimentos também são causadoras de feridas na pele e queda de pelos.

2. Escovação

A escovação diária é uma das principais formas de evitar e diminuir a queda de pelos em cães e gatos.

Lembre-se sempre de escovar a pelagem do animal na direção natural do pelo, assim é possível evitar qualquer dor e desconforto no momento da escovação.

E o mais importante: converse com um veterinário para saber qual o tipo de escova mais indicada para o seu pet.

3. Higiene animal

Manter a higiene do seu pet é essencial para a saúde dele e de todos da casa.

Mas é necessário ter cuidado quanto à frequência de banhos e tosas nos cães.

Os banhos em excesso podem deixar a pele do animal mais seca e úmida, aumentando a queda de pelos.

A tosa ajuda a diminuir a queda de pelos, entretanto tosas muito frequentes podem acabar agravando o problema.

Defina com um especialista a quantidade de banhos e os produtos mais indicados para a pele e o pelo e do seu animal.

Até mesmo os simples cuidados são fundamentais para melhorar a qualidade de vida dos pets.

4. Tomar sol

Os passeios com seu amor de quatro patas são importantes não somente pela diversão e necessidades básicas, como também trazem benefícios a saúde.

Portanto, é muito importante que além dos passeios, os animais tenham um espaço para pegar um pouco de sol em casa e absorver vitamina D de forma saudável.

5. Proteção contra parasitas

A presença de pulgas e carrapatos na pele dos animais, influenciam na sua qualidade de vida e consequentemente, na sua pelagem.

Além das doenças associadas à presença desses parasitas, a constante coceira e irritações cutâneas podem causar ainda mais quedas e falhas na pelagem dos cães e gatos.

Algumas raças de cães que tendem a soltar mais pelo

  • Golden Retriever
  • Pastor Alemão
  • Pug
  • Dalmata
  • Beagle
  • Labrador
  • Rottweiler
  • Husky Siberiano
  • Dachshund

Raças de cães que soltam menos pelo

  • Yorkshire Terrier
  • Poodle
  • Maltês
  • Shih Tzu
  • Schnauzer Mini

Contudo, a queda de pelos em cães e gatos é algo normal.

Entretanto, a queda excessiva pode ser um sintoma de um problema maior.

Ao identificar qualquer sinal incomum, procure ajuda de um veterinário de confiança e realize o tratamento indicado para o seu pet.

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, assessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário