Cachorro pode ter gastrite? Vômitos, falta de apetite e rigidez abdominal são alguns sintomas

Cachorro pode ter gastrite? Vômitos, falta de apetite e rigidez abdominal são alguns sintomas

Como os humanos a gastrite também pode afetar os nossos amores de estimação!

É mais comum do que acreditamos e, na maioria dos casos, nem nos damos conta de que nosso bichinho está sofrendo dessa doença.

A gastrite é uma inflamação ou irritação da mucosa gástrica e é causada por uma má alimentação:

Ração inadequada;
Ração ou comida em excesso;
Rapidez na hora de ingerir o alimento.

Existem alguns tipos de gastrite, entre eles os mais comuns são: a crônica, a aguda e a nervosa.

Crônica

A gastrite crônica é recorrente, o animalzinho pode apresentar tolerância a algum alimento ou doenças que provocam o aumento de secreções gastricas desencadeando esse tipo de gastrite.

Aguda

Já a aguda pode ser causada por ingestão de substâncias tóxicas, medicamentos inadequados, ingestão de plantas, substâncias químicas ou objetos estranhos podendo levar a esse quadro.

Nervosa

A gastrite nervosa como afirmado, situações estressantes como ficar um período muito longo distante dos tutores ou ter um novo pet na residência podem causar gastrite nervosa no animalzinho.

Nesses casos a retomada da rotina ou o costume com a nova situação podem melhorar o estado clínico do animal, mas outros cuidados podem ser necessários para tratá-lo.

Sintomas

O quadro de gastrite é caracterizado por um conjunto de indícios ligados ao sistema gastrointestinal. Entre eles são:

Dor abdominal;
Náuseas;
Sialorreia — salivação excessiva;
Vômitos constantes com ou sem sangramento;
Febre;
Prostração – abatimento;
Falta de apetite;
Rigidez abdominal.

Esses sintomas são comuns para outras doenças, e sem a consulta de um veterinário poder ser difícil reconhecer a gastrite no cãozinho.

Outro sinal de cachorro com gastrite, ligado às dores abdominais, é o choro durante a palpação.

Caso o seu pet apresente algum desses sintomas leve-o imediatamente ao médico veterinário, para examiná-lo e poder tratá-lo da melhor forma possível.

Prevenção

A melhor prevenção começa pelo tutor do amor de estimação como por exemplo:

Evitar o contato do pet com produtos químicos;
Evitar contato com o lixo e alimentos que só humanos podem comer;

A ingestão de objetos indevidos ou contaminados pode irritar o estômago do animal e provocar problemas ainda maiores do que a gastrite.

Manter o pet longe de estresse e distúrbios emocionais, também ajudam a evitar esse problema.

Cuidar principalmente da alimentação do amor de estimação.

Estar sempre balanceada e rica em nutrientes, ou seja, cada pet deve comer a ração específica para seu porte, idade e raça.

Outra dica importante é ensinar o bichinho a comer devagar, para que estômago consiga digerir corretamente o alimento.

E para isso você encontra em pet shops brinquedos e comedouros que ajudam o seu amor de estimação a diminuir essa ansiedade na hora de comer.

Não faça o diagnóstico do seu pet em casa! A nossa sugestão é que leve o bichinho ao veterinário no caso dele apresentar qualquer tipo de sintomas.

Lembre-se! Ter um amor de estimação é ter responsabilidade, cuidados e oferecer muito amor e carinho pra ele.

Aqui no Estação Pet você encontra as melhores marcas, acessórios, alimentos, farmácia completa e profissionais capacitados para lhe orientar.

Faça-nos uma visita ou ligue pra gente (44) 3025-5500!

Recomendados pra Você

Deixe um comentário